Segue o Loucuras por email...

sábado, 10 de março de 2007

A calma...que acalma...

Fico no alpendre
junto ao mar
a falar contigo,
falas-me das terras
longínquas
e eu gosto de te ouvir,
a tua voz é serena
harmoniosa,
olhamos o mar,
nele buscamos o infinito,
e mais uma recordação
mergulha em nós...
sorrimos para o mar...

Tu partes,
e eu fico...
Continuo no alpendre
a olhar o mar,
como se tu ainda estivesses
como se a tua serenidade
continuasse a pairar
no ar e no mar,

Sinto-me calma,
a ouvir uma e outra fraga,
e o timbre da tua voz que
se mistura com o mar,
imenso,
que é meu e não é...

Quero que a calma perdure,
mais um pouco,
e outro,
por isso adormeço
junto ao mar,
para que ele embale
o meu sono,
na calma que acalma...

18 comentários:

poetaeusou disse...

PLAGIANDO
tua voz recordo
no alpendre da fraga
com o mar pairando
na calma infinita
num embalo sereno
adormeço timbrando
mergulhando nas terras
dos harmoniosos sorrisos.
b)

Catarino disse...

Bonito poema, e a tua passagem no meu blog, muito gratificante...
Beijo

Afonso disse...

Gostei muito do poema!

Boa noite.

elsa nyny disse...

olá!!!

a calma, a paz interior édas sensações melhores que podemos ter,
fico feliz por te ver assim calminha! Dormindo no alpendre junto ao mar...Ui!!! quem me dera!!!

Beijinhos!!

david santos disse...

Olá!
Lindo...suavidade...já parece o meu pianinho do mar. Aliás, convito-te a ir ler-lo lá no meu blog. Parece ainda estar na página prinpal. Se não estiver procura no arquivo. Penso ser a única coisa que aqui falta. Suave, a brisa aspalhando a música do piano, as águas roçando as marges, como que a beijar a terra. Se acahares que estou a falar verdade, diz-me, ok?
Bom fim de semana

Alex disse...

É desta calma que eu preciso, ficar no alpendre a ouvir o mar, sentado na areia, numa barcarola...

Obrigado pela calma que partilhas comigo, bem preciso dela neste momento e nos próximos dias... depois conto-te a confusão que paira por estas latitudes...

Beijinhos!!!

MARIA VALADAS disse...

Lendo-te e imaginando o teu sentir... calmo e sereno...

Bonito poema...

Bom fim de semana.

Beijinhos da

Maria

Cadinho RoCo disse...

No sonho do meu sonho o mar realiza sua façanha levando embarcação que leva meu viver para o mundo de outros mundos.
Cadinho RoCo

Mário Rui Santos disse...

Que despertes em tanta ou maior calma...

Vent@n@ del @lma disse...

seus feixes os poemas? se for assim você escreve muito bem

=^.^= Tarina =^.^= disse...

Obrigada pela tua passagem...
É bem vinda!

Gostei do que li aqui no teu blog!
É fresco como o mar...

E faz-nos voar um pouco ;)

Obrigada mais uma vez e volta sempre.. eu voltarei!

1 beijo =^.^= tarina

Ferípula disse...

Un regalito para vos

Bien argentino! Feliz domingo!!!!

veritas disse...

O desejo de um pedaço de infinito, o horizonte delineado tão perto junto ao mar,à distância de um toque, de um afago... mas que no fundo de mim mesma sei estar tão longe...

Bjs. Bom fim-de-semana.

PoesiaMGD disse...

A voz do amado que se mistura com o som do mar... belíssimo!
Um abraço

DairHilail disse...

agradeço as vossas palavras....
poesiamgd:
"as palavras do amado"...ou não...

Miosotis disse...

Sem dúvida um momento intimista mt belo e tranquilo!
Assim tu possas permanecer nesse alpendre sobre o mar! Lugar de extroversão!

Mt sensibilizada pelo poisar de teu olhar em meu espaço!

Votos de uma semana de mt 'acalmia'!
bjs

Pe. Vítor Magalhães disse...

PASSEI POR AQUI AGRADECER A TUA VISITA,... O POEMA É ORIGINAL.

Maria Cristina disse...

que hermoso tu poema, un abrazo grande para ti, feliz domingo y es lindo leerte