Segue o Loucuras por email...

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2008

Chove...

Cai a chuva
Lenta, lenta, lenta
Deslumbrante
A areia vai sulcando
Devagar
Devagarinho
Sem pressa
De haver tempo
Porque o tempo
Perdido e achado
Na areia se some
Na areia se gasta
E se liberta
E me liberta
do tempo sem tempo
Enquanto
Numa vaga e outra
O mar alinha
o compasso do sentir!