Segue o Loucuras por email...

sexta-feira, 26 de setembro de 2008

Elos que se unem...


Acorrentada nos estribos
Secretos de mim própria,
Na pequenez ínfima
Que me dizima
Não sou nada.
Despida de mim
Entregue
Á imensidão apenas
De ser,
De sentires ignóbeis,
Primários
Onde os artefactos
Pouco importam...
Percorro os caminhos
Da minha alma
E neles encontro
Os elos que me ligam
Que se ligam
E me fazem emergir
E sustentar o mundo
Na palma da minha mão,
Quando as correntes
Se desprendem
E caem por terra
Desamparadas...
enquanto
os elos se unem!

segunda-feira, 22 de setembro de 2008

Beijo de outono

A praia fica deserta
e por entre a brisa
sinto o salpicar
das folhas,
que se agitam
quando o vento
forte e fraco
me embala...
sob o sol morno
das tardes
feitas pedaços de luz,
quando o sol se despede
mais cedo
por entre os tons dourados
que vão povoando os caminhos
e o mar embriagado de saudade
vem deixar-me
este beijo de outono...