Segue o Loucuras por email...

domingo, 8 de julho de 2007


Pega nas nuvens para mim
pega nelas uma e outra vez
separa-as
entre elas escorrerá a luz
para eu ver
para tu veres
deixa-me ver novamente
uma, duas,
muitas vezes...
quero ver
quero sentir essa luz
que chega
aniquilando as minhas
inquietações
sou eu
mas já não sou
eu
nem
tu
nem as nuvens
será a luz
que fica
que perdura
naquele breve momento
naquele intervalo etéreo
que perdura
que faz silêncio
quando a luz escorre
os olhares calam
mudos o silêncio
dos corpos que levitam
banhados pela luz que escorre
por entre o momento
silencioso
do silêncio que se ilumina!

7 comentários:

elsa nyny disse...

fiquei iluninada com essa luz! Posso vê-la também?
Beijitos!!

Alexandre disse...

Venho carregado de nuvens,
E afasto-os para o lado
para que possas receber o Sol,
E o Sol traz a luz,
A luz que reflecte na terra,
Sobe, reflecte nas nuvens
Que eu desviei...
E fica mais intensa...
A LUZ!!!

Beijinhos!!!

o alquimista disse...

Perdido no tempo o teu coração errante, alma desencontrada da oração, uma flor liberta na brisa uma semente, que secretamente a noite a recolhe na ausência de um coração.


Bom domingo


Doce beijo

MARTA disse...

A luz que rompe as nuvens...tão doce, tão perfeita...sossega a alma...liberta-nos de pesadelos.........
Obrigada pela partilha, pela visita, pelo carinho...
Beijos e abraços
Marta

Cátia disse...

É tão bom sentir a luz, senti-la percorrer o nosso ser... Fico mt feliz por a encontrares e por a deixares encher o coraçao.

Mantem-na.
Beijos

Sandra Dantas disse...

Que a luz te guie sempre!
Estive a ler atentamente cada um dos teus poemas!!! Tocam bem fundo!!! Gostei muito dos primeiros que falam de algo que tantas vezes também sinto... Vontade de sair de mim, do mundo...

Um grande abraço!!!

elsa nyny disse...

Vim para te avisar que tens um trabalhito para fazer ahahah!!!
Vai lá ao Aki, e bom trabalho!!!

beijitos!!