Segue o Loucuras por email...

terça-feira, 31 de julho de 2007

Escultura inacabada...

Pego no cinzel,
tento esculpir a pedra
mas, não consigo.
Antes que eu desista
pegas nas minhas mãos
pacientemente
E eu deixo-me guiar.
Sinto o teu calor
E os traços das tuas mãos.
E vamos esculpindo
a pedra,
devagarinho.
Segredas-me que levará
muito tempo,
mas temos todo o tempo
para que eu aprenda de ti.
Às vezes paras
para depois avançar
com mais força
mais firmeza
e no meio de um sorriso
dizes-me
que vou aprender,
mas não vamos terminar,
será um tesouro
que vamos esculpir
de mãos nas mãos
mas,...
será sempre a nossa
escultura inacabada...

19 comentários:

nemqueirasaber disse...

Nada se acaba, somos esculturas que nunca estão concluidas. Quantas mãos são precisas para sobrevivermos?
bjos

amor,liberdade e solidão disse...

obrigada pela visita e palavras..gostei do post..por vezes penso que é a nossa própria loucura que nos torna seres "normais", nem todos são loucos,pois procuram ser o mais normal possivel...sabe-se lá porque!! Houve alguem que um dia me disse sê: nunca deixes de ser criança,louco e selvagem...se podesse acrescentar algo ao amor, liberdade e solidão seria exactamente...locura!!!bejos, gostei de por aqui passar...voltarei..
boa semana

Sol da meia noite disse...

Lindo! Tudo aqui é lindo...

Porque tudo fala de amor...


Deixo muitos raios do meu Sol!!!

Entre linhas... disse...

Nas mãos existe uma linha infinita de feitos nunca concluídos...
Bjs Zita

serenidade disse...

Um escultura inacabado, mas que assim fique sempre, sempre que ainda o tempo seja pouco para que estejam juntos usufruindo de belos momentos, simples, de amor.

Serenos sorrisos

Sei que existes disse...

Lindo! Adorei!
Beijos

Bruno disse...

Poxa, vim aqui retribuir a visita e encontrei sensibilidade e belza nos versos (e até uma música que confortou minha tarde).

Gostei mesmo, volto outras vezes!
Um beijo

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...

uau...gostei...sabitay..agora li mais devagarinho...vai ter resposta...

DairHilail disse...

Agradeço as vossas visitas, os vossos comentários, há um anónimo(a) que segundo diz eu - dair - ando a imitar alguém, quero esclareecr que não preciso disso, tudo o que escrevo nasce em mim, pouco me importa o que tu anónimo pensas, se tu não gostas do que escrevo...azar remete-te ao silêncio...não me vais insultar mais, porque nem eu te conheço, nem tu me conheces, certo?
Informo-vos pois que este espaço passou a ter COMENTÁRIOS MODERADOS -
Obrigado pela vossa compreensão.

DairHilail disse...

sabitayi...espero a tua resposta..uau

Som Do Silêncio disse...

Tem esculturas que por mais que as tentemos acabar ficam sempre inacabadas.

Desculpa a minha ausencia linda, depois de vir de ferias estarei mais disponivel :)

Uma beijoka minha querida

Naeno disse...

Linda poesia. Também tenho um blog de poesias que gostaria que você dese uma olhadinha.

Um beijo
Naeno

Drews disse...

Inocencia

Pura Inocencia Corpos inocentes Pequenas pessoas, poucas experiencias Vida
curta...Pura ignorancia, uma doce vida As vezes penso, por que fui acordar
dessa vida? Pra que fui sair da luz, mesmo sabendo que e tao facil e tao
falso, irreal porem alegre! Vejo criancas a fantasiar a vida, a comemorar
sua inocencia, Pessoas ignorantes a comemorar suas doces e falsas vidas...
Saber a verdade me trouxe melancolia e descrenca, Olho para as criancas e
vejo sentimentos puros, e sinto saudades, quero sonhar, quero ter de novo
meus sentimentos! Fui acordar tao cedo, cedo fui as sombras, e hoje nao
tenho o que comemorar, nao tenho sentimentos, so pensamentos, morbidos
pensamentos...

celtaj disse...

Precioso, louca, como todo lo que escribes, como todas tus reflexiones.
Sigue así, no hagas caso de quien no está a tu altura.

Un abrazo.

.:mÁrCiO:. disse...

A força das mãos é o demonstrar da maior segurança que podemos ter de alguém...

delusions disse...

Uma escultura inacabada feita de mil recantos de beleza nas quatro mãos que a moldam numa carícia perene.

gostei ;)

bjinho*bom fim-de-semana

Alexandre disse...

Espero que a escultura já esteja mais próxima da sua forma final, embora eu saiba que uma escultura ou qualquer grande obra de arte nunca estará acabada...

Muitos beijinhos!!!

BRUXIFIXO disse...

Já tive essa musica linda no blogue Netmito...gosto muito do que ela faz recordar.
Gostei muito de te ler,e da calma que encontrei aqui.
BJS*