Segue o Loucuras por email...

terça-feira, 22 de julho de 2008

Tesouro...



No tempo guardei os nadas
Que pelo tempo
se transformaram
Em tesouros
São meus
São teus
São de quem os souber guardar
Naquela caixinha forte
E frágil,
Mas que os guarda
Que os transforma
sem nunca os perder...

No tempo aprendi que um sorriso
Vale mais que um diamante
E uma esmeralda
Menos que uma palavra,
E duas mãos unidas
muito mais que o ouro...

E o amor é pintado
Nos corações...
Tem o brilho dos diamantes
O som das esmeraldas
E os reflexos do ouro,
Mas...
Só o amor tem
A felicidade do amor!

6 comentários:

RB disse...

Simples e sentido. O teu blogue também é um tesouro.

Paradoxos disse...

"No tempo aprendi que um sorriso
Vale mais que um diamante"

fordável!!

abraços fraternos

Sei que existes disse...

Excelente!
Beijo grande

Alma Nova ® disse...

Estou de Ressaca.
Vem ressacar comigo.

RESSACA ® disse...

Aqui nasceu o Espaço que irá agitar as águas da Passividade Portuguesa...

celtaj disse...

Tantas veces olvidamos cuál es el verdadero tesoro que tenemos... la propia vida.
La nuestra y la de los que nos rodean.
Qué fácil sería hacerla más llevadera y más feliz simplemente haciéndola más sencilla, y cómo nos empeñamos en complicarla y venderla con las "otras riquezas" que nos ciegan la vista.

Muy buena reflexión, Dair.
Una reflexión propia de los "locos maravillosos".
Siempre es un placer leerte.

Un abrazo.