Segue o Loucuras por email...

quarta-feira, 21 de novembro de 2007

Saudades...

Hoje acordei assim
cheia de saudade
saudade, saudade
saudade da distância
e da proximidade
saudade de mim
de mim...sim!
Ao tempo que não me encontrava...


Tenho saudades tuas
das vezes que falavamos
e daquelas em que nada dissemos
e das outras em que gastamos as palavras
e sorrimos no final...


Tenho saudades tuas e tuas
tenho saudades...

Foto - Desconheço Autor

8 comentários:

Alexandre disse...

E as saudades são tão difíceis de descrever ou de definir... espero que encontres coisas boas por entre essas saudades todas!

Muitos beijinhos!!!

Sniqper ® disse...

Hoje acordaste, estás viva, deita fora essas saudades, veste o teu melhor sorriso, e vai, percorre o caminho que anula a distância das saudades e, quando lá chegares, sorri e num simples olhar diz, amo-te.
Vive, vive, vive...

A Flôr disse...

Como sempre, bela poesia... que cantinho encantador... já tinha saudades de aqui "passear" um pouco... a música... transmite-me serenidade....


Boa noite e um beijinho florido e doce aqui deixo para ti :D

Flor

Fallen Angel disse...

Uma palavra bem nossa, um sentimento tão solitário..

Felipe Fanuel disse...

Lindo isso aqui.
Os olhos enchem d'água!

Felipe Fanuel disse...

Lindo poema, Amiga.
Os olhos encheram d'água.
Bjs.

Sol da meia noite disse...

As saudades vivem em nós.
Há quem de nós as mereça, há quem não... difícil sabe-lo... Fácil enganarmo-nos...

Beijinhos

Sei que existes disse...

Aí as saudades!... Nem sempre é fácil lidar com elas.
Beijocas grandes