Segue o Loucuras por email...

quarta-feira, 28 de julho de 2010

Não sou daqui...




Recuso-me a ser 
deste mundo,
de aparências,
mentiras,
interesses...
não sou daqui...


Passeio-me
por entre os muros
da hipocrisia
mas não me deixo
corromper...
porque eu...
Não sou daqui...


Dentro de mim,
há planícies
de paz e sossego
de calma e tranquilidade,
de simplicidade,
de risos
que fazem música ,
de inocência
sempre pura,
e sempre nova...







2 comentários:

Fauno disse...

Adorei.

José disse...

Adorei este poema...
Continuas a ser uma fonte inesgotável e imensa de criação.
Beijo grande.