Segue o Loucuras por email...

terça-feira, 21 de abril de 2009

Gravado em mim...



Entraste
saíste
e ficaste
para sempre
ancorado
no limiar da minha alma.

Fizeste do silêncio
da distância
a mais bela balada
de um amor
quase divino
que ficou
gravado
em mim...
Mas
muito para além de mim.
Nesse lugar sagrado
olho-o através do tempo
da neblina
da chuva
e do sol
da lua
do frio
e do calor
do riso
e das lágrimas
e ao perder-te
na distância
ganhei-te para sempre...

Um comentário:

Fontez disse...

sereno.
o beijo da noite é dramaticamente...
...vazio.